home    about    browse    search    latest    help 
Login | Create Account

Degradação ambiental do Rio Grande do Sul: uma análise dos municípios e mesorregiões.

Pinto, Nelson Guilherme Machado and Coronel, Daniel Arruda (2014) Degradação ambiental do Rio Grande do Sul: uma análise dos municípios e mesorregiões. [Environmental degradation in Rio Grande do Sul: an analysis of cities and mesoregions.] Revista Brasileira de Agroecologia, 9 (1), pp. 3-17.

[img]
Preview
PDF - Published Version - Portuguese/Portugues
5MB

Online at: http://www.aba-agroecologia.org.br/revistas/index.php/rbagroecologia/article/view/15275/9970

Summary

O objetivo deste trabalho consiste em analisar o padrão de degradação dos municípios e das mesorregiões do estado do Rio Grande do Sul a partir da criação de um Índice de Degradação (ID). Neste sentido, foram pesquisadas 29 variáveis de 496 municípios gaúchos para o ano de 2006. O valor médio da degradação ambiental dos municípios gaúchos é de 62,95%. Esse valor é de alta representatividade e demonstra que mais da metade do território gaúcho enfrenta problemas relacionados à degradação ambiental. No que tange aos municípios, verifica-se que muitos deles possuem 100% com relação ao Índice de Degradação. Esses municípios e suas respectivas mesorregiões possuem ligação direta com a atividade agropecuária, confirmando a participação dessa atividade no agravamento do fenômeno. Além disso, as regiões mais degradadas do estado fazem parte das mesorregiões menos desenvolvidas, vindo a confirmar a premissa de que a degradação ambiental tem relação direta com o desenvolvimento socioeconômico.

Summary translation

The aim of this work is to analyze the degradation parameter in cities and mesoregions in the state of Rio Grande do Sul from the foundation of a Degradation Index. Thus, we studied 29 variables in 496 cities in 2006. The average of environmental degradation in the cities is of 62.95%, which is of great representativeness and demonstrates that more than half of the state faces problems related to environmental degradation. Regarding cities, we found that many of them have 100% according to the Degradation Index. These cities and their mesoregions have a direct link with the agricultural activity which confirms the involvement of this activity in the aggravation of this phenomenon. Moreover, most degraded regions of the state are part of the less developed mesoregions, confirming the prediction that environmental degradation is directly related to the socio-economic development.

EPrint Type:Journal paper
Keywords:Degradação Ambiental, Rio Grande do Sul, Índice de Degradação. Environmental Degradation, Rio Grande do Sul, Degradation Index.
Agrovoc keywords:
LanguageValueURI
Englishagroecologyhttp://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_92381
EnglishEnvironmental degradationhttp://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_34821
Englishdegradationhttp://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_2159
Subjects: Environmental aspects
Research affiliation: Brazil > Other organizations
ISSN:1980-9735
Related Links:http://www.aba-agroecologia.org.br/revistas/index.php/rbagroecologia
Deposited By: Pinto, Gabriela Franco
ID Code:26615
Deposited On:19 Mar 2015 20:43
Last Modified:19 Mar 2015 20:43
Document Language:Portuguese/Portugues
Status:Published
Refereed:Peer-reviewed and accepted

Repository Staff Only: item control page